Skip navigation

Monthly Archives: novembro 2010


BentoXVIBento XVI considera errado afirmar que o papa é infalível, pois, segundo ele, mesmo o hierarca máximo da Igreja Católica também se equivoca, declaração que se soma à justificativa que fez do uso de preservativos "em alguns casos".

Quem diria? O representante de Cristo na Terra pode se equivocar. Particularmente considero essa declaração um salto quântico na humanização da Igreja.

O uso da camisinha, sempre historicamente condenado pela igreja, agora passa a ser aceito em “alguns casos”. O que houve? Por que a mudança de postura?

Nesse caso sou obrigado a questionar… Se o Papa é o Cristo na Terra, quem é que muda de opinião? O Papa ou o próprio Cristo? A moral de Deus seria então relativa e passível de mudanças ao longo do tempo?

Por outro lado, o Papa está entrando em conflito com uma resolução da Igreja, oficializada no Concílio Vaticano I: a infalibilidade do Papa.

A infalibilidade papal é o dogma da teologia católica, a que afirma que o Papa em comunhão com o Sagrado Magistério, quando delibera e define (clarifica) solenemente algo em matéria de fé ou moral (os costumes), está sempre correto. Isto porque acredita-se que, na clarificação solene e definitiva destas matérias, o Papa goza de assistência sobrenatural do Espírito Santo, que o preserva de todo o erro. Mais informações: Wikipédia.

E então? Afinal, o Papa é ou não infalível?

UltimoLivroPapaEm seu novo livro, Light of the World: The Pope, The Church and The Signs Of The Times (cujo título poderia ser um pouco mais humilde), essa pergunta é respondida da seguinte forma:

O conceito da infalibilidade do Papa foi desenvolvido ao longo dos séculos. Sob certas condições e circunstâncias. O Papa pode tomar decisões vinculadoras através das quais fica claro o que é ou não fé. Isto não quer dizer que tudo o diz que é infalível.

Mais trechos do livro “A Luz no Mundo” podem ser lidas aqui.

Para justificar a posição polêmica em que o Papa colocou o Vaticano, este justificou a declaração do Papa da seguinte forma:

O uso da camisinha é um pecado menor do que a transmissão do vírus da Aids.

Infelizmente o vaticano tentou adaptar as palavras do Papa insistindo em manter o uso da camisinha dentro do rol dos pecados. Ou seja, já que você vai pecar, então cometa o pecado mais leve. A multa é menor.

Eliminando qualquer possibilidade do Papa ter contrariado a igreja, ou ainda do Papa ser falível, Dom Odio Scherer, Arcebispo de São Paulo, disse o seguinte:

Quem está dizendo que a Igreja mudou está dizendo uma mentira. O Papa não mudou a posição moral da Igreja com relação ao uso de preservativo. A posição da Igreja é pela valorização da sexualidade e pela humanização da sexualidade. Por isso, a posição da Igreja é contrária à banalização da sexualidade.

Enfim, nem mesmo quando o próprio Papa admite cometer erros, seus “subordinados”, nos diferentes níveis, não aceitam isso e tratam logo de “adaptar” suas palavras. Isso tem suas razões para acontecer mas aí a discussão vai muito longe.

Bem, para dar mais subsídios aos poucos leitores deste blog, a respeito da infalibilidade de um Papa, resolvi relatar alguns fatos históricos sobre o papado numa página deste blog, de modo com que cada um possa tirar suas próprias conclusões sobre essa questão.

Os fatos históricos sobre o papado estão relatados na página Papa – Um Pouco de História. A quem se interessar, eu peço que só leia se tiver um bom estômago. Boa leitura.

Anúncios

Lula_AhmadinejadDeclaramos oficialmente nas Organizações das Nações Unidas que não nos preocupamos com apedrejamentos., chibatadas, amputações, execuções de adolescentes e estrangulamentos.

Não era novidade. Mas agora é oficial: o Brasil se absteve de votar na ONU uma resolução sobre as violações aos direitos humanos no Irã.

SakinehSakineh Mohammadi, presa no Irã desde 2006 por ter sido acusada de manter relações sexuais com dois homens após o assassinato do marido. foi condenada a 99 chicotadas na frente de seu filho e depois condenada à morte por apedrejamento ou lapidação. Mas agora eu e você, brasileiros, não nos importamos com esse tipo de coisa.

Além disso, eu e você, brasileiros, estamos deixando bem claro ao mundo todo que não nos importamos com a tortura, com a alta incidência de aplicações de pena de morte, com a violência contra a mulher e nem mesmo com a perseguição a minorias étnicas.

Não se esqueça disso quando estiver viajando por qualquer um dos 80 países que votaram e aprovaram a resolução na ONU.

AhmadinejadTalvez, com isso, a partir de agora, tanto o Irã quantos os demais países que costumam praticar normalmente apedrejamentos., chibatadas, amputações, execuções de adolescentes e estrangulamentos, todos eles possam ter mais um ótimo argumento para perpetuarem tais práticas:

Se Deus é brasileiro e o Brasil nos defendeu na ONU, “Ele” está dizendo que estamos no caminho certo…


OrfaosVocê consegue olhar para as estrelas e não pensar em “Deus”? Qual a sensação de pensar num universo sem propósito, gerado ao mero acaso? Que tipo de sentimento surge ao pensarmos que tudo que já existiu, existe e ainda existirá não passa do resultado de um mero acaso? Definitivamente não são as sensações e sentimentos que nossa espécie mais aprecia. Mas…

Em sua mais recente obra, The Grand Design, Stephen Hawking afirma que não é preciso um Deus para criar o universo, pois o Big Bang, a grande “explosão” (que não tem relação com nosso conceito mais conhecido de explosão) a qual teria originado o universo, seria uma consequência das leis da física, conforme as palavras do professor de Física da Matéria Condensada da Universidade Autônoma de Barcelona David Jou:

GrandDesignO fato de que nosso Universo pareça milagrosamente ajustado em suas leis físicas, para que possa haver vida, não seria uma demonstração conclusiva de que foi criado por Deus com a intenção de que a vida exista, mas um resultado do acaso.

É óbvio que para a discussão deste tema nem mesmo uma vida inteira seria suficiente e, apesar de muitos de nós já possuírem suas “certezas” sobre Deus e o Universo”, a verdade é que essas questões atormentam nossa espécie desde sempre. E continuará atormentando, ao menos àqueles que não têm certeza.

De fato o Big Bang é consequência natural das leis da física, assim como tudo que veio a existir como consequência natural do Big Bang. Todo o universo parece funcionar conforme as mesmas leis. Podemos chamar também as leis da física de “leis da natureza”, as quais englobam todas as equações possíveis dentro da estrutura do universo.

EquacoesTudo que nossa espécie vem fazendo desde o início, de uma maneira muito generalizada, é descobrir e buscar compreender as leis naturais contidas em todos as coisas. Simplificando mais ainda, trata-se das relações de causa e efeito.

Todo e qualquer tipo de sistema de aprendizado sobre qualquer realidade contida no universo só é possível devido a uma propriedade fundamental das leis da natureza: a imutabilidade. Tais leis, ou equações, nunca mudaram desde o início do universo e, teoricamente, nunca mudarão enquanto o universo existir.

Uma vez que as próprias leis naturais, desde o “início” (difícil precisar o que seria realmente o início) gerando movimento contínuo de causa e efeito, configuram o “motor” do universo, aparentemente auto-suficiente, onde entraria um Deus nessa estória toda?

Talvez eu devesse fazer perguntas as quais tivéssemos condições reais de respondê-las, apesar de muitos de nós terem adotado algumas “certezas” sobre isso.

Mas, mesmo assim, quando penso no assunto, sempre fico com uma pergunta engasgada: uma vez que, desde o “início”, foram as leis naturais que foram moldando o universo até os dias de hoje, aparentemente, o universo já nasceu com elas. Portanto, de onde elas vem e que processo ou quais processos as “fixaram” do jeito que são e não de qualquer outro?

DNA_UniversoPoderíamos considerar as leis naturais como sendo o DNA deste universo? Seu código genético? Creio que no momento pode ser uma associação aceitável. Mas … DNA? Código genético? E de quem ou do que o universo teria herdado tais “informações”? De outro universo anterior? De um universo coexistente? De um universo “pai” e/ou “mãe”? De dois universos?

De qualquer forma sempre caímos no mesmo ponto crítico: e o primeiro universo? Quem ou o quê o criou? E quem ou o que teria criado o primeiro criador?

Por isso tudo, se conseguirmos apenas descobrir mais ou menos como funciona a natureza deste universo e, com isso, melhorar nossa qualidade de vida e a das demais espécies, já estaremos realizando um verdadeiro “milagre divino”…


TerrasOs dados mostram que a nossa galáxia, com suas cerca de 200 bilhões de estrelas, possui cerca de 46 bilhões de planetas do tamanho da Terra.

Do centro do universo à mera poeira da galáxia em apenas 1.900 anos! Será mesmo?

Após 5 anos de estudo, a NASA nos traz algumas informações importantes relacionadas ao nosso planeta:


GraosDeAreia

  • Nossa galáxia, a Via-Láctea, com aproximadamente 200 bilhões de estrelas ou sóis, contém cerca bilhões de planetas semelhantes à Terra;
  • Planetas pequenos são muito mais comuns do que se imaginava e são predominantes na Via Láctea;
  • Aproximadamente 1/4 das estrelas similares ao nosso Sol da nossa galáxia hospedam planetas como a Terra;
  • Os planetas de tamanho próximo à Terra são, na nossa galáxia, como grãos de areia na praia: estão por toda a parte;
  • Os dados mostram que a nossa galáxia, com suas cerca de 200 bilhões de estrelas, possui cerca de 46 bilhões de planetas do tamanho da Terra.

É importante destacar ainda que a pesquisa não inclui planetas nas zonas habitáveis e sim, tendo em vista a proximidade das estrelas que orbitam, apenas planetas em áreas consideradas muito quentes para a vida como a conhecemos.

Com isso, próximas pesquisas poderão mostrar que o número potencial de “Terras” pode superar e muito o de 46 bilhões.

Estraga Prazeres

Não deve ser fácil para algumas pessoas saber que nosso planeta não é tão especial e único assim como se pensava ou como muitos gostam de pensar. A NASA realmente é uma pedra no sapato de muitos. E por isso esses muitos vão continuar ignorando as novas descobertas sobre o lugar que ocupamos no universo.

Modelo_GeocentricoA teoria do universo geocêntrico, onde a Terra era o centro do universo, foi compilada por Ptolomeu por volta de 100 d.C. e, por mais incrível que possa parecer ela ainda determina o modo de pensar de muitíssimos de nós ainda hoje.

Para diversas religiões, em destaque para o cristianismo, a Terra, além de ser o centro do universo, é a única coisa no universo. A mensagem subliminar passada a seus adeptos é exatamente essa e continuará sendo por muito tempo, visto que suas bases dogmáticas não teriam nenhuma sustentação se vistas e estudadas sob um prisma universal ao invés de exclusivamente terrestre.

A influência desse tipo de visão está presente em todos nós e determina, de forma inconsciente, nossa visão sobre o mundo e nosso papel dentro dele. Por mais que as informações cheguem até nós, elas parecem ricochetear como uma pedra lançada num lago. Basta olhar para aquilo que pensamos, dizemos e fazemos. Basta examinar nossas ações de forma macro para ver que, na prática, o ser humano ainda acredita que está no centro do universo.

Infelizmente esse tipo de visão insana não é mantida por acaso. Ela é a única que atende a necessidade e interesses dos poucos que lucram ao redor do globo. Estar no centro do universo, ser especial, único, é apenas mais uma forma de pensar dentre muitas outras que inseriram em você e da qual você nunca perguntou de onde veio…

 


Dilma_Rousseff

Prezada V. Ex.ª, antes de mais nada, meus PARABÉNS pela conquista histórica ao ter se tornado a primeira mulher presidente da república.

Não tenho idéia do peso de uma conquista desse porte mas fico torcendo para que V. Ex.ª tenha adquirido, ao longo de sua trajetória, força suficiente para carregá-la até o “fim”.

Como costuma dizer um “conhecido” meu, “every body lies”. Sou obrigado a concordar e ainda a complementar: todo mundo mente, e muito. Por causa disso, só me resta torcer para que V. Ex.ª não tenha feito isso durante sua campanha. E, caso não o tenha feito, torcer também para que não comece agora.

Eu, assim como aproximadamente 40 milhões de brasileiros que não votaram em V. Ex.ª, estamos torcendo para que tudo que V. Ex.ª disse no seu pronunciamento de vitória sobre democracia, liberdade de imprensa e liberdade de religião e cultos seja, além da mais pura verdade intencional, se torne também a mais pura realidade concretizada num futuro breve.

Além disso, tenho mais alguns poucos pedidos que gostaria de fazer publicamente à V. Ex.ª através desta “carta aberta”.

Inclua também na lista de V. Ex.ª a liberdade não-religiosa e a liberdade a culto nenhum. A liberdade de poder não fazer parte de nenhuma religião e de nenhum culto é tão importante quanto a de fazer. Não podemos vir a ser discriminados pelo fato de não nos enquadrarmos em nenhuma das religiões existentes e predominantes em nosso país. Devemos continuar livres para podermos pensar livremente.

Por favor V. Ex.ª, não cometa o erro do homem que a colocou no poder.

Não sei se foi a trajetória de um torneiro mecânico até chegar a ser um estadista respeitado mundialmente que tenha mexido demais com sua mente.

Não sei se foi o altíssimo índice de popularidade que pode ter causado a ele a sensação de ser um semi-deus ou memso um homem escolhido por “Ele” para salvar o Brasil.

Não sei.

O que sei é que hoje acredita que não erra. Que não comete mais falhas. Que não avalia de forma errônea alguma situação. Ele tem mesmo certeza disso. É uma pena que a presidência tenha feito isso com ele.

Por favor V. Ex.ª, não cometa o mesmo erro.

Infelizmente Lula provou isso mais uma vez, justamente no dia da eleição de V. Ex.ª, ao dizer que é uma “palhaçada” o que estão tentando fazer com o Tiririca. Com isso ficou claro que ele perdeu alguma noções básicas.

O que estariam tentando fazer com o Tiririca? Que eu saiba apenas tentando verificar se de fato ele sabe ler e escrever. Então isso seria uma “palhaçada”? Segundo Lula então estaria certo um candidato analfabeto assumir um cargo público com a responsabilidade de elaborar projetos de melhorias sociais?

E quanto à “palhaçada” feita por Tiririca ao ter apresentado aos órgãos eleitorais uma declaração falsa atestando sua alfabetização? Segundo Lula é assim que devem agir os futuros políticos em nosso país?

Por favor V. Ex.ª, não cometa o mesmo erro.

Eu e mais 40 milhões de eleitores que não votaram em V. Ex.ª estaremos de olho. Por favor não brinque com a popularidade. Não chegue a acreditar que V. Ex.ª estará isenta de falhas assim como seu padrinho eleitoral. Cuidado com os deslizes. Afinal, a popularidade de V. Ex.ª não se mostrou tão mais alta assim do que a de seu concorrente.

Lembre-se também que, em apenas alguns meses, sem Lula implorando a seus discípulos, a candidata do Partido Verde conseguiu praticamente 50% do número de eleitores que elegeram V. Ex.ª. Não seria muito inteligente ignorar isso.

Boa sorte para V. Ex.ª e para todos nós.